quinta-feira, 22 de outubro de 2009

VILA DE ALCOCHETE

video

TEMPOS QUE JÁ LÁ VÃO...

Terra de reis e fidalgos De campinos e forcados De barqueiros e coristas Era nobre a tradição Dizia-se com emoção Terra de toiros e artistas

Também usavam barrete jaqueta ou colete Nas noites de guitarradas Ouvia-se belas cantigas Cantadas por raparigas de tradições bizarras

Terra de padres e santos Via-se por vários cantos Uma festa ou banquete Grupos de forasteiros Damas e cavalheiros Com chapéus de francalete

Terra de toiros e artistas de tradições bizarras Com chapéus de francalete Terra de poetas e fadistas de festas e largadas E era assim Alcochete

Terra de Salinas e sal Para orgulho de Portugal Visitada por turistas Na taberna o amontuado Ouvia cantar o fado Terra de poetas e fadistas

E nas noites de verão Nas descargas do carvão Em descanso das tiradas Ouvia-se de um cantinho A falar muito baixinho De festas e largadas

Terra de barcos e pescas Todos gostavam das festas Mesmo ao som de um tamborete Com chapéus de aba larga Amantes da festa brava E era assim Alcochete...

( Ana Paula)

Sem comentários:

Enviar um comentário